Bike transformadora

A One Bike Hub, empresa de promoção do ciclismo, oferece experiências que buscam mais conexão com a natureza, interação e evolução pessoal

POR GUILHERME SOMMADOSSI

Criar experiências por meio do uso da bicicleta, que tragam benefícios para a saúde, quebrem a rotina e proporcionem momentos marcantes. Foi com esse objetivo que, em 2015, o empresário paulistano Ricardo Gaspar fundou a One Bike Hub, em São Paulo. A empresa de promoção do ciclismo oferece diversos serviços, individuais e para empresas, para que tanto novatos quanto veteranos do esporte possam alcançar os mais variados objetivos por meio de trajetos e competições de bike. Em setembro passado, por exemplo, o OBH foi um pilar essencial para o Desafio Azul, evento de cinco dias que envolveu 12 profissionais da companhia aérea, que foram de Ouro Fino (MG) até Aparecida (SP), em um percurso de 235 km.

 

Quem pode fazer uma viagem de bike?
Todos que tenham vontade de olhar o mundo de um ângulo e em uma velocidade diferentes. A bicicleta permite uma interação mais próxima com o meio ambiente e com a cultura local. Diferentemente de um carro, a bike possibilita observar os detalhes que normalmente você não enxergaria de dentro de um automóvel.

Há algum preparo necessário para as atividades?
O primeiro passo é ter uma noção básica do ciclismo. Ensinamos quais são os movimentos e os equipamentos ideais para a prática do exercício. Com grupos iniciantes, começamos em um ambiente fechado e depois partimos para as ações externas. Depois, com melhor condicionamento físico, passamos para as técnicas avançadas de lidar com as variáveis climáticas e geográficas.

Quais são as opções de passeios?
Temos as cicloviagens no Sudeste por locais como Caminho dos Anjos, Mogi-Salesópolois, Estrada Real e Campos do Jordão; os day rides, que são caminhos de 4 a 6 horas para cidades próximas a São Paulo com algum atrativo cultural, gastronômico ou natural; e também levamos grupos para provas profissionais de ciclismo.

O que a pessoa leva dessas experiências?
As cicloviagens são transformadoras! Na imersão de cinco dias de viagem, você tem metas diárias, aprende a enfrentar as situações conforme se apresentam, melhora a relação com os parceiros e o desgaste físico é recompensado quando se chega ao fim. As lições aprendidas por meio do esporte cabem perfeitamente no desenvolvimento humano e no profissional. Essa é a meta principal da OBH. Para nós, passeio legal é aquele em que o participante sai realizado e com a sensação de aprendizado.

Fique de olho neste verão 

Férias têm cara de praia e piscina. Mas não basta usar e abusar do protetor para curtir o sol. A dermatologista Juliana Piquet aponta cinco pontos do corpo que merecem toda a atenção para evitar queimaduras

  • Lábios: passe com frequência um bom protetor labial com hidratante para evitar ressecamento e risco de câncer de pele.
  • Orelhas: ficam muitos expostas, especialmente nos homens e mulheres de cabelos curtos. Lembre-se de aplicar bastante protetor na região.
  • Nuca: além do protetor solar, diversos modelos de chapéus são bons aliados para evitar queimaduras.
  • Dorso dos pés: é uma das áreas mais expostas, tanto na praia como ao longo do dia, com o uso de chinelos e de sandálias abertas.
  • Regiões próximas à roupa de banho: com receio de manchar, muita gente pula essas áreas. O ideal é aplicar o protetor antes de colocar o biquíni ou a sunga.

Acupuntura: muito além da melhora da dor física

POR DR. VICTOR HUGO FONSECA *

Não é novidade que a acupuntura é amplamente utilizada no tratamento da dor física e da função do movimento. Além disso, ela é extremamente útil no tratamento de enfermidades relacionadas ao estresse crônico. Entre os mecanismos de ação da prática estão as vias de ativações físicas e bioquímicas. Trabalhos recentes mostram que a acupuntura tem efeito de neuroplasticidade. Ou seja, o tratamento continuado pode ter efeito protetor para o volume do córtex cerebral, que tende a reduzir naturalmente com a progressão da idade. Entretanto, o benefício para o controle do estresse ocorre não somente devido à sua eficácia no tratamento do corpo físico, mas também – e talvez mais importante – devido à sua capacidade de penetrar nas camadas de proteção e mecanismos de defesa que comumente as pessoas apresentam. Uma vez que as defesas são penetradas, as pessoas têm a oportunidade de escolher lidar de forma diferente com os seus problemas.

Como já demonstrado, a mente e o corpo formam uma entidade que usa as emoções e os neuropeptídeos (hormônios produzidos pelo cérebro). Eles estão associados e, tratando o corpo físico, podemos penetrar profundamente nas emoções. Ao liberar as emoções, podemos ajudar nossos pacientes a mudarem a sua resposta ao estresse e, assim, permitir-lhes curar essa entidade física conhecida como corpo-mente e melhora da dor não física.

* Médico especialista em acupuntura médica do Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa

Na porta de casa

Consumir alimentos orgânicos e fresquinhos é um dos passos fundamentais para uma vida mais saudável. Melhor ainda se eles forem entregues em casa. Esta é a proposta da Nutriens, startup criada pelo empresário Henrique Castan para incentivar o consumo de orgânicos, por meio de vendas de cestas individuais com um mix de verduras, frutas e legumes ou assinaturas semanais. Grande parte dos itens vem de pequenos produtores familiares e cooperativas de agricultores, e a Nutriens tem fechado parcerias em comunidades de bairros periféricos de São Paulo, como Grajaú, Capão Redondo, Parelheiros e Campo Limpo. As cestas vêm em três tamanhos, com 13 a 25 itens, e custam entre R$ 71,28 e R$ 156,23 por semana, entregues na Grande São Paulo.

nutriens.com.br

voltar-para-o-sumario